A Bitpaper oferece educação colaborativa online segura e confiável com a ajuda da Vonage

Um quadro interativo e colaborativo online usado por professores e tutores em todo o mundo. Sem limites de quadro interativo, áudio, vídeo, bate-papo, compartilhamento de tela, importações e exportações de documentos, com tecnologia da API de vídeo da Vonage.

Bitpaper video education

Soluções e recursos da Vonage

Puzzle piece

Desafio

A ferramenta de quadro interativo da Bitpaper utilizava uma solução de vídeo pouco confiável e instável que estava prejudicando a reputação da empresa. Eles precisavam de um fornecedor muito melhor para o componente de vídeo
Lightbulb

Solução

API Video da Vonage
Key

Resultados

Uma solução de vídeo muito mais confiável, comunicações mais eficazes entre a Bitpaper e a Vonage (em comparação com o antigo fornecedor), orientações de grande valia e apoio por parte da Vonage sobre como a Bitpaper poderia comercializar e monetizar seu produto

Há algum tempo, Dr. Leo Evans, cofundador da Bitpaper, era engenheiro financeiro com Ph.D. em finanças e trabalhava na JP Morgan, em Londres. Embora tenha passado muitos anos até alcançar esses objetivos, em 2013 ele largou tudo.  "Eu tinha saído do emprego, estava morando em uma praia e tentando descobrir o que fazer com o restante da minha vida. Estava em uma espécie de crise existencial", comentou Evans.  

Das cinzas dessa crise existencial, surgiram vários negócios empreendedores nas áreas de educação e tutoria online, principalmente a Bitpaper. A jornada de Leo começou pela criação de uma "agência" de tutoria chamada The Profs, que fazia a correspondência entre alunos e professores presenciais na área de Londres. Hoje em dia, o foco é mais global. A Bitpaper foi criada originalmente para ser uma ferramenta para seus tutores passarem para um modelo online que permitisse que a tutoria acontecesse em qualquer lugar e compartilhar virtualmente sua experiência acadêmica com os alunos em qualquer lugar do mundo pela internet. Tendo ultrapassado 1.000 tutores, a Bitpaper tem hoje 100 mil usuários ativos, predominantemente dos EUA (cerca de 40%), do Reino Unido (cerca de 40%) e do Canadá (cerca de 15%).

Os benefícios do aprendizado e da tutoria online

Embora o próprio Evans tenha questionado inicialmente a eficácia do ensino e do aprendizado online, após anos aperfeiçoando o modelo da Bitpaper sua equipe identificou vários benefícios do paradigma do aprendizado online para professores e alunos.  Por exemplo, os alunos têm acesso a um conteúdo muito mais especializado para aprendizado e a muito mais tutores, além de aproveitarem mais a interatividade das aulas.

A Bitpaper permite que os alunos salvem o conteúdo da aula, como os PDFs, e gravem vídeos das aulas. Podem também reagendar e participar com facilidade de aulas fora do horário "escolar" tradicional.

Para os tutores, a Bitpaper permite que eles ensinem no conforto de seus lares e trabalhem durante as horas mais convenientes para eles.  Além disso, a Bitpaper disponibiliza para os professores uma tecnologia de ponta para oferecer materiais didáticos reutilizáveis e de alta qualidade.  É aí que entra a API de vídeo da Vonage.

Comunicação entre alunos e professores via API de vídeo da Vonage

Com o crescimento das empresas de tutoria de Leo, eles perceberam que precisavam de uma tecnologia que permitisse que os tutores e alunos escrevessem e desenhassem de forma colaborativa em um aplicativo compartilhado.  Após testar várias tecnologias de quadro interativo, a Bitpaper acabou sendo seu o próprio "quadro interativo em um navegador." Ela permite que professores e alunos compartilhem URLs, usem canetas digitais, escrevam juntos, arrastem e soltem conteúdos, criem PDFs e outras opções. O que faltava para completar a colaboração em quadro interativo era uma maneira confiável e dimensionável para os participantes verem e conversarem entre si.  Evans explicou: "é uma ferramenta de criação de conteúdo com integração de áudio e vídeo e a API de vídeo da Vonage oferece esse complemento perfeito para o quadro interativo". Agora, a Bitpaper conta com áudio, vídeo, compartilhamento de tela e bate-papo integrados a ela.

"No início utilizamos um concorrente", Evans comentou. "Não vou revelar o nome, mas eram péssimos em comparação com a Vonage. Trabalhamos com essa empresa por cerca de um ano e meio, e foi um desastre completo. Estávamos começando a ter a reputação de oferecer um péssimo áudio-vídeo por causa disso.  Precisávamos fazer algo para corrigir a situação."  

Após algumas pesquisas, a Bitpaper decidiu mudar para a empresa considerada líder de mercado em vídeo na época. Passou então a usar a TokBox e logo depois, a TokBox se tornou a API de vídeo da Vonage. Três anos depois, a Bitpaper agora é um empreendimento comercialmente viável e Evans confia muito no componente de vídeo de seu aplicativo. 

Bitpaper logo
"Escolhemos a Vonage porque precisávamos de estabilidade e confiança. Era uma exigência absoluta para podermos oferecer um produto premium."
Dr. Leo Evans, Co-Fundador, Bitpaper

O impacto da COVID-19 no uso da Bitpaper

Evans explicou que eles construíram a ferramenta para facilitar a comunicação e a colaboração de seus tutores, sem custo extra.  "Consideramos uma despesa comercial vantajosa no âmbito geral", explicou Evans.  E veio a COVID-19. A necessidade da tutoria online explodiu e Evans e sua equipe começaram a questionar a sustentabilidade de sua oferta "gratuita". 

"O uso aumentou 20 a 30 vezes em comparação com o que tínhamos experimentado antes, e isso em questão de semanas. Nosso aplicativo gratuito de repente não estava mais sendo usado por 10 mil pessoas. Estava sendo usado por 250 mil pessoas e estávamos pagando uma conta muito maior."

Estava claro que a Bitpaper precisava encontrar uma maneira mais financeiramente viável de oferecer o produto.  Evans e a equipe começaram a conversar com a Vonage sobre a forma como poderiam comercializar e monetizar o produto. "O suporte que recebemos da Vonage foi inestimável. Trabalhamos muito e por um longo período com o nosso representante da Vonage para negociar um acordo entre nossas empresas que nos permitisse manter as operações e dimensionar, com rapidez e eficácia, de acordo com o aumento da nossa demanda."  

Após mudar o modelo para uma oferta comercialmente mais viável, a Bitpaper conseguiu reter a maioria de seus usuários. "Hoje, temos milhares de usuários pagantes. Ainda há muita gente disposta a pagar um pouco mais para oferecer tutoria online de alta qualidade", Evans esclareceu.

Vonage à prova

O que Evans procura em uma solução de vídeo?  "Estabilidade é tudo. A tecnologia de comunicação em tempo real precisa funcionar realmente em tempo real. É simples assim. Se não funcionar em tempo real, será um desastre total do ponto de vista comercial." Evans enfatizou que a principal razão pela qual a Bitpaper mudou para a Vonage foi que a antiga solução de vídeo que a empresa utilizava não era estável nem confiável. 

O fornecedor anterior também não oferecia o nível de capacidade de resposta necessário em termos de suporte. "Escolhemos a Vonage porque precisávamos de estabilidade e confiança. Era uma exigência absoluta para podermos oferecer um produto premium.  Nós nos tornamos também clientes da Vonage Enterprise e esse foi um passo muito positivo para chegar aonde precisávamos chegar. Quando registrávamos um problema, o suporte da Vonage começava a trabalhar nele imediatamente. Eles encontram uma solução, eles se comunicam muito bem, com muita eficácia, e isso foi ótimo."

Deskphone with Vonage logo

Fale com um especialista.