A API de vídeo e o web RTC da Vonage habilitam o aplicativo Be My Eyes para ajudar os deficientes visuais

Estudo de caso da Vonage destacando o aplicativo Be My Eyes para ajudar os deficientes visuais a realizar tarefas simples, com a ajuda da API de vídeo da Vonage.

Tela do Be My Eyes no telefone

Soluções e recursos da Vonage

Puzzle piece

Desafio

Criação de um aplicativo fácil de usar para ajudar os deficientes visuais a realizar tarefas simples em toda a casa.
Lightbulb

Solução

A API de vídeo e o web RTC da Vonage
Key

Resultados

Um aplicativo para permitir que pessoas com deficiência visual usem seus telefones IOS e Android para “ver” com a ajuda de um voluntário com visão.

Deficientes visuais veem com a ajuda do API de vídeo da Vonage

Tarefas simples do dia a dia muitas vezes podem apresentar desafios para os cegos. Seja para identificar a rota correta do transporte público para o trajeto, verificar a data de validade de uma caixa de leite ou pegar os ingredientes certos na despensa para uma refeição; essas coisas que a maioria de nós dá como certas podem exigir assistência para aqueles que não têm visão.

Fundador da organização sem fins lucrativos Be My Eyes , Hans Jørgen Wiberg, passou três anos trabalhando para a Danish Blind Society entrevistando pessoas sobre a melhor forma de lidar com a deficiência visual. Wiberg, que também é deficiente visual, encontrou um traço comum entre todas as pessoas com quem trabalhou: embora os deficientes visuais muitas vezes se apoiem nos amigos e na família para ajudá-los a superar os obstáculos do dia a dia, às vezes eles se sentem culpados ao pedir ajuda. Se eles tivessem 'outro par de olhos' uma ou duas vezes por dia, eles poderiam realizar muito mais por conta própria, sem precisar da ajuda das pessoas mais próximas a eles.

Essa foi a inspiração que deu a Wiberg a ideia de criar um aplicativo para permitir que pessoas com deficiência visual usassem seus smartphones para “ver” com a ajuda de um voluntário com visão. A Be My Eyes fez uma parceria com a loja de desenvolvimento dinamarquesa Robocat para tornar esse conceito uma realidade.

 

“Espero que, ajudando uns aos outros como uma comunidade online, a Be My Eyes faça uma grande diferença na vida cotidiana de portadores de deficiência visual em todo o mundo.”
HANS JØRGEN WIBERG, fundador da Be My Eyes

Embora muitos deficientes visuais já usem o Skype e o FaceTime, eles ainda precisam ligar para seus amigos e familiares para pedir ajuda. Usando a API de vídeo Vonage , a equipe da Dinamarca construiu um aplicativo para dispositivos IOS e Android, que é capaz de combinar pessoas cegas que precisam de ajuda com um de uma rede de voluntários que estão dispostos a ajudar. Com este aplicativo, eles podem pedir ajuda sem realmente pedir e deixar as pessoas entrarem em sua casa, mesmo sem abrir a porta!

Voluntários registrados recebem notificações em seus dispositivos quando uma pessoa cega está buscando ajuda. Quando o voluntário aceita a solicitação, uma conexão de vídeo é estabelecida entre os pelo aplicativo Be My Eyes. Com a câmera voltada para trás no dispositivo da pessoa que solicita ajuda, o voluntário pode ver exatamente o que está na frente da pessoa com deficiência visual. Os ajudantes podem descrever o que estão vendo e responder a qualquer pergunta.

Winberg vê isso como parte de um movimento maior de “micro-voluntariado” que está ganhando impulso. Uma pessoa pode ser voluntária de qualquer lugar, a qualquer hora - ela pode estar na fila do supermercado, no intervalo do trabalho ou caminhando. É uma maneira fácil, mas significativa, de ajudar a comunidade de cegos.

Be My Eyes é um uso inovador do WebRTC e da API de vídeo Vonage. Apenas algumas semanas após o lançamento do aplicativo, mais de 106.000 ajudantes se inscreveram para ajudar cerca de 9.000 usuários com deficiência visual. De acordo com Wiberg, isso foi apenas o começo. Nos meses que se seguiram, o número de usuários e voluntários cresceu substancialmente.

 

 

Deskphone with Vonage logo

Fale com um especialista.